Plus

Friday, March 25, 2016

Oil vs Ions #OILvsIONS

Wednesday, March 9, 2016

Da Azia...

A "azia" é frequentemente utilizada para apontar o dedo a quem comeu, obrigado, e não gostou.

É muito usada no futebol após uma derrota, e costuma-se aconselhar medicação específica para o efeito.



Mas também é usada nos comentários políticos. Normalente ao nível precisamente do comentário da bola e precedida ou seguida dos "hehehes" ou "hahahas" e "é pá ganda lol" e "chupem" e outros afins.

Mas a política, não é futebol, nem deve ser "ganda lol". A política deve ser feita com dignidade, respeito pelos adversários, pelas instituições e pelas efemérides pontuais, como o são as celebrações de datas importantes para a democracia, ou as tomadas de posse protocolares.

Claro que o comentário ou post numa qualquer rede social, não se espera que seja elevado. Excepto talvez se for feito por uma entidade ou titular de cargo politico ou de estado. Ai talvez seja legítimo esperar-se um mínimo de respeito.

O Exmo Sr José Manuel Pureza, ex-líder do grupo parlamentar bloquista e actualmente vice-presidente da Assembleia da República fez no Facebook a seguinte "brincadeira" após a tomada de posse:




Com a pressa de ser engraçado, esqueceu-se de ser educado o Sr Vice Presidente da AR.

Já no parlamento o PCP, BE e PEV recusaram-se a aplaudir o evento protocolar, e a confirmação da vontade popular expressa democraticamente.

Sem vergonha nem respeito, os hipócritas anti-democratas e partidários do totalitarismo mostraram o que são. Como aliás já tinham feito no 25 de Novembro, data que celebra a resistencia da democracia Portuguesa ao ataque totalitarista das forças de esquerda e do falhanço da tentativa de golpe de estado que levaram a cabo.

Ou seja, e baixando ao nível deles para que possam perceber, quem ficou sentado fê-lo por ser incapaz de "engolir o sapo" Marcelo Rebelo de Sousa, que o povo elegeu de forma democrática e categórica, e só pode estar "aziado".

Azia essa que se alarga a quem ainda os defende neste momento, neste assunto ou em qualquer outro, a quem neles votou por crença (já que por factos não será, pois não há nenhum a favor, apenas registos históricos de falhanços colossais dos regimes de esquerda) e que ainda não viu a asneira que fez.

Azia que deve assolar quem hoje ainda abre a boca para os defender, às suas demagogias, hipocrisias, incoerências, mentiras, faltas de respeito pela democracia, pela constituição e pelas instituições.

Azia de quem vem comentar com contra-ataques e com outras acusações, para defletir o assunto em questão, quem vem com os "hehehes" e "hahahas", com os insultos da praxe (porque os que não são a favor são logo rotulados de fascistas, no mínimo) e com a adjectivação de "aziados", ironicamente.

Esses, depois de tudo o que se passa no país, e fora dele, só posso concluir que estão cegos. Pela crença ou por serem completamente estúpidos.

Em ambos os casos não há cura fácil conhecida. Mas se, sentados, leram até aqui, há uns remédios bons para a "azia" - despertada pela tomada de posse ou por estas palavras.

E como estamos em democracia e não num "paraíso" totalitarista (comunista ou socialista) de prateleiras vazias, até têm escolha!

Vejam só a vossa sorte...








Google+ Followers